Cooperativa dos Cafeicultores da Região de Pinhal
Compromisso com a qualidade. Pronta para o futuro.
Boletim
 
Novo híbrido de café, Starmaya é visto como potencial avanço


Uma nova variedade de café chamada Starmaya pode oferecer um vislumbre de um futuro muito mais brilhante para o café. O Starmaya, selecionado pelo comerciante de café Ecom e pela organização de pesquisa agrícola CIRAD será testado em campos agrícolas em 2017, é a primeira variedade de seu tipo: um híbrido F1 que é propagado por sementes e não através de biotecnologia cara.

Os pesquisadores esperam que isso possa significar acesso generalizado para os cafeicultores a uma classe de elite de variedades que irá redimensionar dramaticamente a indústria nas próximas décadas.

No café, assim como em outras culturas, os híbridos F1 têm o potencial de combinar as características que mais importam aos produtores - rendimentos mais elevados e resistência à doença - com o traço que mais importa para os consumidores - uma combinação que foi difícil de conseguir no passado. Mas os híbridos F1 são tradicionalmente limitados pelo fato de que eles só podem ser produzidos por viveiros tecnicamente sofisticados, os quais existem poucos no mundo.

Até agora, a única maneira de reproduzir de forma eficiente híbridos F1 para os produtores foi através da propagação clonal, que deve ser feita em laboratórios. Mas existem poucos laboratórios que produzem híbridos de café comercialmente no mundo, e o custo pode ser o dobro do de plantas reproduzidas por sementes. Nenhum dos laboratórios existentes produz mais de 1 milhão de mudas por ano.

Starmaya representa um grande avanço na produção de café que sugere que a principal restrição para a produção generalizada de híbridos F1 para os produtores em todo o mundo pode em breve desaparecer.

O World Coffee Research, cuja agenda global de pesquisa inclui impulsionar o uso de novas tecnologias que beneficiam o setor cafeeiro, incorporará o Starmaya em muitos de seus programas de pesquisa, incluindo a Plataforma Global de Monitoramento do Café, uma rede de centenas de ensaios tecnológicos em fazendas e em qualquer novo local do International Multilocation Variety Trial, a maior bolsa de troca de sementes de café do mundo. A organização também planeja apoiar e acelerar a criação de novos híbridos de F1 propagados por sementes que sejam de alta qualidade, de alto rendimento, resistentes a doenças e inteligentes para o clima.

Até agora, Starmaya é o único híbrido F1 a partir de sementes. Mas os pesquisadores estão procurando ativamente mais variedades exibindo esterilidade do macho que poderiam ser usadas na produção. O World Coffee Research também está trabalhando ativamente para identificar como a esterilidade do macho funciona de tal forma que pode ser possível ligar e desligar a esterilidade em qualquer variedade. Isso abriria o universo de variedades conhecidas de arábica para ser usado na criação de novos híbridos F1.

Fonte:www.cafepoint.com.br
< Voltar